Corrida de rua ou montanha?

Normalmente iniciamos no mundo da corrida, no asfalto, partimos da caminhada, começamos a correr um pouco, logo vem a primeira prova de 5k, cruzamos a linha de chegada já pensando na prova de 10k, quando estamos nela, achamos uma loucura, nos perguntamos o que estou fazendo aqui, ao concluirmos, vibramos, pulamos, uma sensação maravilhosa de conquista, partimos para os 21k, aaahh a primeira meia maratona, ninguém esquece, consequentemente começamos a ter interesse de melhorar a perfomance, acertar a passada, corrigir os vícios posturais, vamos aprimorando nossa velocidade, cada segundo baixado no pace, uau, comemoramos, até vir ela, a tão temida maratona, um autodesafio e tanto, são 42k de muito sacrifício, disciplina, planejamento de rotina para conseguir treinar, aprendemos a correr com os pés e o coração. Muitos ficam por aqui, com metas anuais de meia maratona e maratonas pelo mundo, é sensacional viajar para correr, corrida de rua proporciona vitórias pessoais, porém, outros tantos, cansam de asfalto, da mesmice dos circuitos de provas de rua, dá um certo desgaste, querem novos ares, paisagens de tirar o folego, é quando aparece a corrida de montanha, que alia novos desafios com a sensação de liberdade, aqui você aprende a correr também com a mente!!

Apesar de ambas envolverem a corrida, são bastante diferentes, principalmente no quesito técnica, tipo de deslocamento, a intensidade média aplicada na corrida de montanha, se comparada à corrida de rua. O tipo de solo, de terra, pedras, irregularidade no percurso, com subidas, descidas e declives laterais, além das mudanças drásticas de velocidade chegando a caminhadas momentâneas, fazem com que a preparação do participante desse tipo de prova seja, particularmente, diferente da convencional.

Se nunca experimentou, vale muito a pena conhecer, mas não vá despreparado, além dos treinos específicos em trilhas, os equipamentos (tênis, mochila, pole, entre outros), são essenciais.

Qual a corrida certa para você? A que te faz feliz!! Seja na rua ou na montanha, o que vale é cada passo conquistado, literalmente, com o seu suor!

Autora: Aline Borro / Master Coach de Alta Performance

Deixe um comentário

WhatsApp WhatsApp